Parceria 10

EGRANA

A ORDEM É IGNORAR A GREVE DOS PROFESSORES !

SEGUNDA-FEIRA, 23 DE MARÇO DE 2015


Em comunicado emitido pelas diretorias de ensino, a ordem é que as escolas ignorem a greve e façam propaganda de que não apoiam a greve dos professores

Por Redação - em São Paulo

A greve dos professores no estado de São Paulo já foi aderida por quase 50% dos professores do estado, segundo sindicato.
No último sábado (21), os professores votaram pela continuidade da greve em assembleia na Avenida Paulista que reuniu mais de 30 mil docentes.
A ordem que está sendo divulgada em diretorias de ensino é que as escolas ignorem a greve, o comunicado espalhado é que em hipótese alguma o comando da greve deve entrar na escola, este fato será considerado assédio moral.
Com o tom de ameaça, o comunicado emitido também quer que se cole cartazes em todas as escolas com os dizeres: "Não estamos em greve".
A ordem atinge até o grêmio estudantil, pedindo para que seja espalhado nas redes sociais a afirmação de que a escola não está em greve.
Reprimindo a greve, o governo de São Paulo pretende ignorar até segunda ordem a greve da categoria que assola todo o estado.

Segue o comunicado na integra: 

Senhores Diretores de Escola. 
Aviso 
1 - Em nenhuma hipótese o comando de greve deve entrar na escola. Este Fato está se considerando assédio moral
2 - Coloque mensagens dizendo: Esta escola não está em greve
3 - Liguem/transmitam e-mails para os pais dos alunos incitando o comparecimento as aulas
4 - Convoquem eventuais, na possibilidade, V.Sª., o Vice-Diretor, Professor Coordenador deverão assumir com os alunos, trabalhar com os cadernos do Aluno ou outros mecanismos e materiais indicados para tal fim
5 - Não permitir colar cartazes sobre a greve nos portões ou muros da escola
6 - Solicitar dos alunos do Grêmio Estudantil difundirem entre os colegas que as aulas estão ocorrendo normalmente, inclusive utilizando as redes sociais para tal.
7 - O desencontro das orientações acima (aliás que se amparam na Constituição Federal, ECA e L.C 10.261/1968) configura-se descumprimento do Estatuto do Funcionário Público em seu artigo 241. 
São Paulo, 18 de Março de 2015.
These icons link to social bookmarking sites where readers can share and discover new web pages.
  • Digg
  • Sphinn
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Mixx
  • Google
  • Furl
  • Reddit
  • Spurl
  • StumbleUpon
  • Technorati

Leave a comment